Principal | Contato | Mapa do Site
 
 

Tabela TNM

 

Tumores do Pulmão e Pleura

Pulmão (CID-O C34)

Regras para Classificação

A classificação é aplicável somente para carcinomas. Deve haver confirmação histológica da doença e a divisão dos casos por tipo histológico.

Os procedimentos para avaliação das categorias T, N e M são os seguintes:

Categorias T Exame físico, diagnóstico por imagem, endoscopia e/ou exploração cirúrgicá.

Categorias N Exame físico, diagnóstico par imagem, endoscopia e/ou exploração cirúrgica.

Categoria M Exame físico, diagnóstico por imagem e/ou exploração cirúrgica.

Sub-regiões Anatômicas

1. Brônquio principal (C34.0)

2. Lobo superior (C34.1)

3. Lobo médio (C34.2)

4. Lobo inferior (C34.3) ,

Linfonodos Regionais

Os linfonodos regionais são os intratorácicos, os escalênicos e os supraclaviculares.

TNM -Classificação Clínica

T -Tumor Primário

TX O tumor prjmário não pode ser avaliado, ou tumor detectado pela presença de células malignas no

escarro ou lavado brônquico, mas não visualizado por exames radiológicos ou broncoscopia.

T0 Não há evidência de tumor primário.

Tis Carcinoma in situ

T1 Tumor de 3 cm ou menos em sua maior dimensão, circundado por pulmão ou pleura visceral e sem

evidência, broncoscópica de invasão mais proximal do que o brônquio lobar {i.e., sem invasão do

brônquio principal);

T2 Tumor com qualquer das seguintes características de tamanho ou extensão:

* Com mais de 3 cm em sua maior dimensão

* Compromete ô brônquio principal, 2 cm ou mais distalmente à carina

* Invade a pleura visceral.

* Associado com atelectasia ou pneumonite obstrutiva que se estende até a região hilar mas não envolve todo o pulmão.

T3 Tumor de qualquer tamanho que invade diretamente qualquer uma das seguintes estruturas: parede torácica inclusive os tumores do sulco superior), diafragma, pleura mediastinal, pericárdio parietal; ou tumor do brônquio principal de menos de 2 cm distalmente à carina mas sem comprometimento da mesma; ou associado com atelectasia ou pneumonite obstrutiva de todo o pulmão.

T4 Tumor de qualquer dimensão, que invade diretamente qualquer das seguintes estruturas: mediastino, coração, grandes vasos, traquéia, esôfago, corpo vertebral, cari. na; ou nódulo{s) tumoral{ais) isolado{s) no mesmo , lobo; ou tumor com derrame pleural maligno}

Notas: 1. A rara disseminação superficial de rumor de qualquer tamanho, com Set componente invasivo limitado à parede brônquica, que pode se estender proximalmente ao brônquio principal, é também classificada como T1.

2. A maioria dos derrames pleurais associados com o câncer de pulmão é devida ao tumor. Entretanto, em alguns pacientes,múltiplos exames citopatológicos de liquido pleural são negativos para células malignas, e o liquido não é sanguinolento e nem um exsudato. Quando isso ocorrer e o julgamento clínico evidenciar que o derrame não está relacionado com o tumor, o derrame será excluído como elemento de estadiamento e o paciente deve ser classificado como T1, T2 ou T3.

N -Linfonodos Regionais .

NX Os tinfonodos regionais não podem ser avaliados.

N0 Ausência de metástase em lihfonodos regionais;

Nl Metástase em linfonodos peribrônquicos, e/ou hilares homolaterais e nódulos intrapulmonares, incluindo o comprometimento por extensão direta.

N2 Metástase em linfonodo(s) mediastinal(ais) homolateral(ais) e/ou em linfonodo(s) subcarinal(ais).

N3 Metástase em linfonodo{s} mediastinal{ais) contralateral(ais), hilar(es) contralateral(ais), escalênico(s) homo ou contralateral(ais), ou em linfonodo(s) supraclavicular(es).

M -Metástase à Distância

MX A presença de metástase à distância não pode ser avaliada.

M0 Ausência de metástase à distância.

Ml Metástase à distância, inclusive nódulo(s) tumoral(is) isolado(s) num lobo diferente (homolateral ou

contralateral).

pTNM -Classificação Patológica

As categorias pT, pN e pM correspondem às categorias T, N e M.

pNO -O exame histológico do(s) espécimen(s) de linfadenectomia hilar ou mediastinal incluirá, geralmente, 6 ou mais linfonodos.

G -Graduação Histopatologica

GX O grau de diferenciação não pode ser avaliado.

G1 Bem diferenciado

G2 Moderadamente diferenciado

G3 Pouco diferenciado

G4 Indiferenciado

Grupamento por Estágios
Carcinoma Oculto TX N0 M0
Estágio 0 Tis N0 M0
Estágio IA T1 N0 M0
Estágio IB T2 N0 M0
Estágio IIA T1 N1 M0
Estágio IIB T2 N1 M0
  T3 N0 M0
Estágio IIIA T1 N2 M0
  T2 N2 M0
  T3 N1, N2 M0
Estágio IIIB Qualquer T N3 M0
  T4 Qualquer N M0
Estágio IV Qualquer T Qualquer N M1
Resumo Esquemático

Pulmão

TX Citologia positiva

T1 < =3 cm ,

T2 > 3 cm, brônquio principal > = 2 cm da carina, invasão de pleura visceral, atelectasia parcial.

T3 Parede torácica, diafragma, pericárdio, pleura mediastinal, brônquio principal < 2 cm da carina, ateletasia total.

T4 Mediastino, coração, grandes, vasos, carina, traquéia, esôfago, vértebra; nódulos isolados no mesmo lobo, derrame pleural maligno.

N1 Peribrônquico homolateral, hilar homolateral.

N2 Mediastinal homolateral, subcarinal.

N3 Hilar ou mediastinal contralateral, escalênico ou supraclavicular .

M1 Inclui nódulo isolado em lobo diferente.